Uma festa entre taxistas que acontecia num bar do bairro Rebouças, em Curitiba, acabou em confusão na noite deste sábado (4). Dois táxis tiveram vidros quebrados e um taxista foi esfaqueado no braço. O homem acusa motoristas do Uber de tertem sido os agressores.

Foto: Colaboração/Michael Martins.
Foto: Colaboração/Michael Martins.

A confusão aconteceu próximo à esquina das ruas Piquiri com Comendador Roseira. O taxista, que se identificou como Maximiliano, estava com outros colegas de trabalho comemorando o aniversário de um deles quando três veículos teriam chegado e começou a briga.

“Eu fui até o carro pegar minha carteira para acertar minha conta. Quando cheguei, três veículos pararam atrás e os homens já desceram armados, me rendendo”, contou o taxista. Segundo ele, os homens perguntaram se eles eram os taxistas que tinham agredido os motoristas do Uber. “Quando eles ergueram a arma, eu fui pra cima deles. Um veio com a faca e me deu uma facada no braço”. Além do corte no braço, ele levou coronhadas na cabeça. A vítima foi socorrida pelo Siate e depois encaminhado ao Hospital Cajuru.

Veículos suspeitos

O taxista contou que se lembrava de uma Tucson e um Azera que teriam sido usados pelos homens que os agrediram. “O outro veículo, eu não me lembro. Mas eles todos estavam armados e me renderam”. Segundo o homem, as agressões aconteceram sem motivo algum.

O que aconteceu ao certo no local não ficou claro. O que se sabe é que o bar em que os taxistas estavam foi fechado após a briga. Durante a confusão, dois táxis – um Voyage e uma Spin – foram depredados e tiveram os vidros do lado esquerdo e traseiro quebrados. Conforme o taxista, os vidros foram quebrados pelos homens que o renderam.

Foto: Colaboração/Michael Martins.
Foto: Colaboração/Michael Martins.