Uma tentativa de roubo a um motorista de aplicativo terminou em acidente na tarde desta quinta-feira (8) em Curitiba. Após ter sido acionado para uma corrida que saiu de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana, o passageiro tentou assaltar o condutor e a ação terminou em uma batida com um carro da prefeitura da capital.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre futebolentretenimentohoróscopo, nossos blogs exclusivos e os Caçadores de NotíciasVem com a gente!

Conforme informações da Polícia Militar, após embarcar, o passageiro colocou uma faca no pescoço do motorista Otávio Sanches de Melo, 41 anos, que freou bruscamente o carro e bateu em uma caminhonete da Vigilância Sanitária.

Com o susto da batida, o passageiro acabou fugindo a pé, mas foi preso em seguida. A colisão foi registrada na esquina da Rua Domingos Antônio Moro com a Rua Alberto Filla, no Pilarzinho.

O suspeito do roubo, de 18 anos, foi preso por uma equipe do Batalhão de Trânsito (BPTran), da Polícia Militar. “Viemos atender o acidente. Duas motos estavam aqui e veio mais uma viatura de apoio. O motorista de aplicativo nos informou a direção que tomou o suspeito e nós saímos para o patrulhamento da área. Ele foi encontrado já praticando outro roubo, dessa vez em uma residência”, explicou o tenente Mateus Ferreira, do BPTran.

O motorista contou que a reação dele de frear o carro foi instintiva. “Eu me espantei e pisei no freio e o carro saiu da pista, batendo na caminhonete. Ainda bem que o motorista da caminhonete conseguiu desviar e evitou um acidente mais grave. Eu iria bater de frente com ele. Nisso, a faca caiu da mão do passageiro e ainda pegou um pouco no meu braço e no meu pescoço, deixando a marca leve de corte”, relatou.

Faca usada pelo assaltante, que acabou caindo no momento da batida. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná
Faca usada pelo assaltante, que acabou caindo no momento da batida. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná

Ainda segundo Sanches, depois que o passageiro fugiu ele solicitou o bloqueio da conta do suspeito no aplicativo. A corrida começou na Rua Lima Barreto, em Tamandaré, e iria para a Rua Kellers, no São Francisco, em Curitiba. “No meio do caminho aconteceu tudo isso”, lamentou.

Na caminhonete da Vigilância estavam o motorista e mais duas pessoas. Ninguém se feriu gravemente. Segundo o próprio motorista, apenas uma das vítimas, uma mulher, foi levada até uma unidade de saúde por estar sentindo uma pequena dor em um dos braços. “Nada além disso e mais o transtorno e prejuízo material”, disse, preferindo não se identificar.

O suspeito foi encaminhado para a Central de Flagrantes, no Portão. Outros motoristas de aplicativo, ao tomarem conhecimento da ocorrência, foram prestar solidariedade ao colega.

Carro é apreendido em Curitiba com mais de R$ 139 mil em débitos