Três homens foram presos por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) nesta semana. De acordo com a polícia, Tiago José da Silva, de 28 anos, Donisete Celso dos Santos, 20, e Anderson Mirmann, 32, seriam os autores de pelo menos dois roubos em que famílias foram feitas reféns no bairro Boqueirão, em Curitiba. Um quarto suspeito, Gabriel Paes Rodrigues, 20, está foragido.

Os mandados de prisão temporária contra os suspeitos foram expedidos pela 5ª Vara Criminal de Curitiba. O delegado-adjunto da DFR, Emmanoel David, acredita que o grupo seria responsável por outros roubos na região sul da capital.

+Leia também: Balão quase causa tragédia ao cair em cima de distribuidora de combustíveis

Além do trio preso, ainda há um foragido, de acordo com a polícia. Foto: Divulgação/Polícia Civil
Além do trio preso, ainda há um foragido, de acordo com a polícia. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Conforme as investigações, no dia 11 de junho, por volta das 20h30, três dos suspeitos anunciaram o assalto contra uma mulher, no momento em que ela chegava em casa na Rua Bley Zorning. O trio teria levado joias, dinheiro, aparelhos eletrônicos e telefones celulares.

O grupo voltou a praticar um novo roubo na noite de 4 de julho, contra outra residência, também na Rua Bley Zorning, a menos de três quilômetros do primeiro roubo. Desta vez, os quatro suspeitos teriam participado do crime, sendo que três deles anunciaram o assalto e ordenaram que os moradores deitassem no chão.

“Neste último roubo, apenas Tiago não foi reconhecido pelas vítimas porque ele ficou na cobertura. No entanto, os elementos que constam no inquérito apontam para ele como sendo o quarto elemento da quadrilha”, afirma o delegado. Segundo ele, as investigações seguem para localizar Gabriel Paes Rodrigues, contra o qual também há um mandado de prisão expedido pela 1ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba.

+Leia também: Policial civil sofre tentativa de assalto, mas é salva por PM que estava a caminho da Arena

Gabriel Paes Rodrigues é suspeito de um crime de homicídio. Dentre os suspeitos presos, Anderson Mirmann possui passagens por diversos crimes, como tráfico de drogas e latrocínio. Donizete Celso dos Santos respondeu por pelo menos seis crimes de roubo a residências e a veículos. Já Tiago José da Silva não possuia histórico criminal.

Os suspeitos presos seguem custodiados no setor de carceragem temporária (Secat) da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos à disposição da Justiça.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Moradores saem para trabalhar e encontram homem morto e completamente nu