Depois que, nesta quinta-feira (19), uma mulher foi presa tentando entrar com drogas nas partes íntimas na carceragem da Delegacia de Colombo, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), a unidade policial voltou a ser notícia nesta sexta-feira (20). Dessa vez, os presos se rebelaram e por pouco não conseguiram fugir.

A reportagem apurou que uma denúncia anônima informou os policiais que os detentos pretendiam fugir. De imediato, uma equipe do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da Polícia Civil, foi acionada e, junto com os policiais da delegacia, entraram na carceragem.

No interior das celas foram localizados celulares, broca, serra e algumas cordas de pano que os presos usariam para fugir. Além disso, parte da parede, próximo à área de ventilação, já estava destruída e seria por ali que os detentos escapariam.

Com isso, a fuga foi evitada e os presos foram colocados numa área da delegacia até que a parede seja refeita. A Polícia Civil informou que a DP de Colombo tem capacidade para 24 presos, mas abriga 106.

Homem que cobrava ‘pedágio do sexo’ para mulheres e travestis no Boqueirão é preso