Cléverson Vargas, um dos réus no processo que apura a morte da Youtuber Isabelly Cristine Santos, de 14 anos, em fevereiro deste ano, teve o pedido de prisão revogado pela Justiça de Pontal do Paraná. Cléverson e seu irmão, Everton Vargas, estavam presos deste fevereiro, dias após o crime.

A jovem Isabelly foi morta após uma discussão de trânsito. Ela foi baleada na cabeça, chegou a receber atendimento médico, mas morreu no hospital. Ela estava no banco de trás e voltava de uma entrevista feita em Shangri-la, no litoral paranaense, para os eu canal no Youtube.

Irmãos foram presos em fevereiro, logo após o crime. Foto: Arquivo/Tribuna do Paraná.
Irmãos foram presos em fevereiro, logo após o crime. Foto: Arquivo/Tribuna do Paraná.

De acordo com a decisão da juíza Carolina Valiati da Rosa, da Justiça de Pontal do Paraná, Cléverson não deve ser julgado pelo Júri Popular e deve responder apenas pelo crime de embriaguez ao volante. Cléverson dirigia o carro no momento em que houve a confusão.

A defesa da família de Isabelly informou que não irá se pronunciar, em um primeiro momento, a respeito da decisão.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Vítima de ataque de cão cobra de Rafael Greca uma calça nova