Foto por:

Diego Maradona e a seleção da Argentina, que voltaram para casa após sua eliminação da Copa do Mundo nas quartas de final pela Alemanha (4-0), foram recebidos com entusiasmo por milhares de pessoas em sua chegada a Buenos Aires neste domingo.

Torcedores vestidos com camisas da Alviceste e exibindo cartazes com mensagens de apoio aguardavam a delegação desde o início da tarde deste domingo no aeroporto de Ezeiza, 60 km ao sul da capital. No entanto, rígidas medidas de segurança impediram os torcedores de chegar mais perto de seus ídolos.

“Estamos felizes. Quero que Diego continue, que siga em frente”, declarou à televisão Fernando, que aguardava a seleção com seu neto nos braços.

“Vim de Tucuman e fiz 1400 km para ver Diego, adoro ele até a morte. A revanche será na Copa América (organizada pela Argentina em 2011)”, afirmou um outro torcedor.

“É o futebol, perdemos, mas estamos felizes mesmo assim e viemos dizer isso a Diego”, declarou um animado torcedor.

“Diego, fique! Nós te apoiamos!”, estava escrito em um cartaz.

A seleção embarcou em um ônibus na pista do aeroporto para ir à sede da Federação Argentina, situada a alguns quilômetros dali.