O candidato da Frente Trabalhista (PDT, PTB e PPS), Ciro Gomes, afirmou na tarde desta quarta-feira (19) que a desistência do PL de fechar um acordo para consolidar a aliança com o PT revela o isolamento do partido de Luiz Inácio Lula da Silva. Ciro disse ainda que não ficou surpreso com a decisão do PL. ?O PT deve agora fazer uma reflexão humilde sobre a conseqüência de seu comportamento sectário e isolacionista?, afirmou. ?O PT, pela primeira vez na história, está experimentando o quase absoluto isolamento?, comentou.

Ciro lembrou que além do PL, o PT perdeu parceiros tradicionais como o PPS, o PDT e o PSB. Para ele, a desistência do PL pode render apoio a sua candidatura. ?Há várias células do PL que poderão me apoiar. Não esqueçam que o PL me apoiou na eleição passada.?  Maluf – O presidenciável disse que não passa de especulação a notícia de que há tentativa de aproximação entre sua candidatura e a do candidato do PPB ao governo paulista, Paulo Maluf. ?Não sei de nada. Como vou comentar uma coisa que não estou vendo? Tenho 44 anos inteirinhos, já vou fazer 45 este ano. Não sou neném para responder a provocações?, disse.