Cerca de 120 famílias ocuparam na manhã de hoje a fazenda Santo Expedito, em Teodoro Sampaio, no Pontal do Paranapanema. A coordenadora estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Maria Aparecida Gonçalves, disse que a ação foi pacífica e que não havia a presença de força policial até o final da manhã. Ainda segundo a coordenadora, a área da fazenda é de 661 hectares.

Outro diretor do MST, Márcio Barreto, afirmou que o proprietário da fazenda já teria negociado com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) a venda da propriedade. "O Incra pagou 30% da área em dinheiro, relativo a benfeitorias, e o restante será pago com Títulos da Dívida Agrária", afirma Barreto. Até o início da tarde o escritório do Incra em São Paulo não havia confirmado essa informação.