O Senado do Brasil anulou nesta quinta-feira a condecoração outorgada ao ex-presidente do Peru,  Alberto Fujimori, informou o senador Roberto Requião, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). 

Requião disse por telefone à Associated Press que Fujimori havia recebido a Ordem do Cruzeiro do Sul, a máxima concedida pelo Brasil a cidadãos e instituições que contribuíram para o desenvolvimento do país. Requião apresentou um projeto para justificar a anulação da honraria com o apoio do Congresso.     

Um decreto legislativo com esta decisão foi enviado ao Executivo para que o governo brasileiro informe a Chancelaria peruana da medida.  

O senador Eduardo Suplicy, do Partido dos Trabalhadores (PT), justificou a determinação ?porque Fujimori atentou contra as instituições democráticas de seu país?.          Acrescentou que atualmente o ex-mandatário é um foragido da Justiça peruana. 

O ex-presidente peruano se encontra no Japão, valendo-se de sua dupla nacionalidade ?e para impedir sua extradição e que tenha de responder a processos por corrupção no Peru?, indicou Suplicy. (AE-AP)