“Separações” encerra o 7o. FCVDC neste sábado Amanhã (sábado, 24), no último dia da Mostra Oficial do 7o. Festival de Cinema, Vídeo e DCine de Curitiba, o público poderá conferir o longa-metragem “Separações”, de Domingos de Oliveira. O filme será apresentado às 19 horas, no Grande Auditório do Canal da Música. Logo após a exibição haverá a entrega de troféus e prêmios às equipes dos filmes mais votados pelo júri e pela platéia.

Outra atração deste sábado será a homenagem ao professor Bob Stam, da Universidade de Cinema de Nova York. Especializado em cinema brasileiro, ele é autor de diversos livros sobre o tema. O evento, marcado para às 15 horas, no Grande Auditório, sinaliza reconhecimento público pela contribuição ao estudo e divulgação do cinema nacional nas universidades norte-americanas.

O interesse de Bob por nossos filmes se consolidou nos anos 1980, época em que organizou em parceria com Randal Johnson o livro-coletânea Brazilian Cinema, publicado nos EUA e bastante difundido no circuito universitário. Há dois anos, organizou o Festival de Cinema Brasileiro, no Museu Guggenheim SINOPSE “Separações”, de Domingos de Oliveira (Ficção. Cor. 116min. Brasil. 2002)

Cabral é casado com Glorinha e muito mais velho do que ela. Insatisfeitos com o casamento, eles resolvem “dar um tempo”, o que se transforma numa verdadeira separação quando Glorinha se apaixona por Diogo. Cabral percebe o erro que cometeu e, corroído pelo ciúme, usa de todos os meios para reconquistar a esposa. Envolvem-se a pessoas próximas: e todos acabam agindo por impulso e guiados pela máxima, nem sempre correta, de que: “é melhor se arrepender de ter feito do que não ter feito”.