Os servidores técnico administrativos da Universidade Federal do Paraná (UFPR) iniciaram hoje uma greve por tempo indeterminado. A paralisação, que ocorre em todo Brasil, deve-se ao fato do Governo Federal não ter enviado um projeto de lei sobre a carreira dos funcionários, que deveria ter sido enviado até o dia 15 deste mês, e o pagamento de uma gratificação salarial, que seria recebido em julho mas foi postergada para agosto.

A greve não atinge os universitários, entretanto, os setores administrativos da UFPR estão com as atividades paralisadas, inclusive o Hospital de Clínicas, que está atendendo apenas os casos mais urgentes.