Os servidores do Ministério da Educação realizam hoje assembléia para decidir se entram em greve a partir de segunda-feira. A categoria reivindica o cumprimento pelo governo federal dos compromissos assumidos em 2005, que previam reajuste salarial para os servidores do Plano de Classificação de Cargos (PCC). De acordo com a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal, há oito meses representantes das duas partes buscam uma solução para o impasse As informações são do site Agência Brasil.