A diretora-financeira da agência SMPB Simone Reis Vasconcelos, chegou ao Senado, por volta das 9h30, e está em uma sala anexa ao plenário da CPI Mista dos Correios, onde prestará depoimento. A expectativa dos integrantes da comissão é de que Simone aprofunde o detalhamento da lista de parlamentares que sacaram recursos das contas das agências SMPB e DNA, ambas do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza. "Nossa esperança é de que ela não repita somente a lista que divulgou em seu depoimento à Polícia Federal, mas que detalhe e apresente novos nomes dos destinatários dos recursos", disse o deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (PFL-BA).

A expectativa de que novos nomes possam surgir também é alimentada por membros da base aliada do governo. "Vimos hoje nos jornais que o empresário Marcos Valério apresentou uma lista maior de receptores do dinheiro, em novo depoimento à Procuradoria Geral da República. Queremos chegar logo a essas pessoas, porque não é possível que duas pessoas da mesma empresa tenham duas listas diferentes, uma maior e outra menor, dos sacadores", disse o deputado Maurício Rands (PT-PE).

O plenário onde será realizado o depoimento de Simone Vasconcelos já conta com a presença de um grande número de parlamentares, mas ainda não estão presentes o relator da CPI, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) e o presidente da Comissão, senador Delcídio Amaral (PT-MS).