Integrantes das brigadas de emergência
da Cidade Industrial de Curitiba
participaram do exercício.

Uma simulação de acidente nas imediações da cabeceira da pista movimentou o Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, Grande Curitiba, no início da tarde de hoje. Durante o exercício, que durou 54 minutos, foram treinados 46 novos ceveanos ? integrantes do Corpo de Voluntários de Emergência (CVE), que já conta com 450 pessoas treinadas, pertencentes à comunidade aeroportuária.
São funcionários da Infraero e de empresas que atuam no local, como as companhias aéreas. Os ceveanos estão aptos a prestar socorro em emergências, exercendo funções como as de socorrista, motorista de ambulância e maqueiro.
No treinamento, foi simulada a colisão entre uma aeronave que se aproximava da pista e um balão perto da cabeceira. Segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), o objetivo era alertar a população sobre o perigo dos balões. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)