O Sindicato das Empresas de Publicidade Exterior de São Paulo (Sepex) divulgou na noite de hoje uma nota oficial cobrando pelo pagamento de serviços contratados e não pagos pelo PSDB e o candidato José Serra. Veja a íntegra da nota:

“O não-pagamento dos serviços prestados obrigou as empresas de mídia exterior a enviarem uma carta de cobrança ao comitê do candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra.

As exibidoras estão integrando o grupo de credores que resolveu entrar com uma ação coletiva contra o partido e com uma representação contra o candidato junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo cálculos realizados pelo grupo durante reunião realizada nesta semana na sede do Sindicato das Empresas de Publicidade Exterior do Estado de São Paulo (Sepex-SP), o montante da dívida chega aos R$ 4 milhões.

O valor é referente aos serviços de produção e instalação de outdoors, lanches para comitês, material gráfico e de produção.

Um dos obstáculos encontrados para a cobrança da prestação de serviços tem razões políticas em seu cerne. É que muitos governos municipais e estaduais espalhados pelo País serão administrados pelo PSDB a partir de 2003.

Os empresários temem que a cobrança ocasione insatisfações por parte dos futuros governantes, que podem, eventualmente, promover um boicote às suas empresas quando forem veicular campanhas publicitárias de suas gestões.”