A soja transportada pelos 15 caminhões que não passaram nos testes de transgenia realizados por técnicos do governo do Paraná passaram por novos exames, a pedido dos proprietários das cargas. Em um deles o resultado do novo exame foi negativo e o condutor foi liberado para seguir viagem. As cargas dos demais apresentaram o mesmo resultado de ontem e retornaram à Primavera do Leste, no Mato Grosso.

Os testes com as cargas dos caminhões que chegam ao Paraná continuam até domingo. A partir de segunda, só os veículos que apresentarem certificado de transgeníase que ateste que a carga transportada não contém organismos geneticamente modificados serão liberados para ingressar no Estado.