O superávit primário do setor público em 2004 foi de R$ 81,112 bilhões. O valor, divulgado há pouco pelo Departamento Econômico do Banco Central, corresponde a 4,61% do PIB. O resultado superou a meta de superávit primário tanto em termos nominais (R$ 79 bi) quanto a meta em relação ao PIB, que era de 4,50% do PIB.

Em 2003, o superávit primário do setor público ficou em R$ 66,173 bilhões. No mês de dezembro, entretanto, o setor público registrou déficit primário de R$ 3,716 bilhões. Apesar disso, este valor ficou abaixo do déficit de R$ 4,121 bilhões de dezembro de 2003 e também foi inferior ao déficit de R$ 4,680 bilhões de dezembro de 2002.

Em relação às estatais federais, os dados do Banco Central, indicam que houve superávit primário de R$ 8,937 bilhões. Este valor correspondia a 0,51% do PIB, porcentual abaixo da meta de 0,70% do PIB. Em dezembro, as estatais federais apresentaram déficit primário de R$ 185 milhões. Este resultado é pior do que o superávit de R$ 3,663 bilhões alcançado em dezembro de 2003 e também ficou abaixo do superávit de R$ 854 milhões alcançado em dezembro de 2002.