As contas do setor público consolidado (União, Estados e Municípios e suas empresas estatais) apresentaram em agosto um superávit primário de R$ 10 186 bilhões. O resultado é maior do que o apresentado em julho (R$ 8,796 bilhões), porém menor do que o obtido em agosto de 2004 (R$ 10,931 bilhões). No acumulado do ano, janeiro a agosto, as contas do governo central registram um superávit primário de R$ 78,931 bilhões, o equivalente a 6,26% do PIB.

No mesmo período do ano passado, o superávit acumulado no ano era de R$ 63,728 bilhões, correspondente a 5,61% do PIB. Em 12 meses, terminados em agosto, o superávit acumulado atingiu R$ 96,316 bilhões, o correspondente a 5,10% do PIB, porcentual maior do que a meta de superávit fixada pelo governo para o ano de 2005, que é de 4,25%/PIB.