A vaga deixada pelo deputado Enéas Carneiro (PR-SP), morto ontem será ocupada pela suplente Luciana de Almeida Costa (PR-SP). Formada em odontologia, 33 anos, Luciana teve 3.980 votos, número equivalente a 1% da votação de Enéas (386.905 votos) e a 0,019% dos votos válidos para deputado federal em São Paulo. Os dois deputados foram eleitos pelo Prona, partido fundado por Enéas em 1989, e que fez a fusão com o PL em 2006, resultando no Partido da República (PR).

Prona e PR não atingiram a chamada cláusula de barreira nas eleições e fizeram a fusão para continuar tendo a direito a tempo de TV e recursos maiores do fundo partidário. Luciana era assessora de Enéas, contratada pelo gabinete do deputado como secretária parlamentar.

Dados da prestação de contas de campanha eleitoral dos deputados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que tanto Enéas quanto Luciana foram os únicos doadores de suas campanhas. Enéas declarou à Justiça Eleitoral que gastou R$ 6.047,07 em sua campanha e Luciana Costa declarou a receita de R$ 2.106,00 em sua campanha.