A tarde desta terça-feira (06) começou com atrasos em praticamente todos os vôos nos principais aeroportos do País. Algumas companhias aéreas chegaram a deixar de vender passagens com destino a Brasília, onde a pane no sistema do Cindacta-1 ontem desencadeou atrasos nos aeroportos. Em São Paulo, o Aeroporto de Congonhas, na zona sul, funcionou durante toda a madrugada, porém, as filas continuavam até o meio-dia. Um vôo que deveria decolar para Salvador às 6 horas não tinha saído nem sido remarcado.

No Aeroporto de Internacional de São Paulo, em Guarulhos, às 11 horas as filas para o check-in ainda eram grandes e mais de 60 vôos tinham atrasos. Passageiros que tiveram seus vôos remarcados para o fim da tarde ou para o começo da noite foram levados para hotéis da região. Entre as 6 horas e as 8 horas da manhã, o movimento foi intenso por conta do retorno das pessoas que tiveram embarque cancelado ontem. A engenheira Renata Flavia Queiroz, que iria embarcar para o Nordeste ontem à noite e teve seu vôo remarcado para hoje de manhã, chegou a chorar ao saber que a partida tinha sido adiada, mais uma vez, para 21 horas.

Rio

No Rio de Janeiro pelo menos 21 vôos, entre nacionais e internacionais, estavam atrasados ou foram cancelados no Aeroporto Internacional Tom Jobim. No terminal 2, cerca de 400 pessoas aguardavam na fila do check-in da TAM. O professor Marcelo Portela, de 37 anos, teve o vôo para Brasília, previsto para o meio-dia, cancelado. Ele se queixou do serviço de informações da aeroporto. "Na TV orientaram os passageiros a ligarem antes de vir para o aeroporto, mas o sistema está congestionado, ninguém atende. Até mesmo para obter informação é preciso entrar na fila", disse. O tempo médio de espera no check-in da TAM era de cerca de quatro horas.

Apitaço em Brasília

Em Brasília, as filas eram grandes e apenas um vôo tinha partido sem atrasos. Para protestar, os passageiros realizaram um "apitaço" no saguão de espera. Às 12 horas, passageiros com embarque previsto para o fim da tarde e o começo da noite já chegavam ao Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek para tentar adiantar o check-in. Na capital federal, uma menina de dez anos que embarcou para Belém sozinha ontem à noite passou a madrugada na sala de espera sem que sua família tivesse notícias.

Em Manaus, três vôos foram cancelados nesta madrugada no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, segundo informações de atendentes das companhias aéreas. O vôo 3542 da TAM, que deveria pousar em Manaus às 23h44 de ontem foi cancelado. O vôo 1783, que chegaria em Manaus do Rio às 2 horas foi cancelado e também o vôo 1782, que voltaria para o Rio. Segundo as companhias, os passageiros vão ser remanejados para outros vôos.

No Aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, 12 vôos foram cancelados e quatro tinham atrasos. No Recife, 21 pousos e decolagens estavam atrasados até 9h30. Na região Sul do País, o aeroporto de Porto Alegre tinha três vôos atrasados, dentre eles um que seguiria para Brasília. No Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, dois vôos tinham atrasados e dois foram cancelados.