Índice de desemprego em Curitiba
foi um dos mais baixos do país.

A taxa de desemprego na Região Metropolitana de Curitiba em julho foi de 8,9%, correspondendo a 121 mil pessoas desocupadas. Os dados são da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), realizada pelo Instituto do Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo a diretora do Centro Estadual de Estatística, Sachiko Araki Lira, em comparação a julho de 2003, houve um decréscimo no número de desocupados. A taxa naquele mês foi de 10,3%. Já em junho de 2004, o índice foi de 8,7%. “Mesmo com pequena elevação em julho, a região de Curitiba continua apresentando uma das menores taxas de desemprego do país”, analisa.

O índice de Curitiba, acrescenta, é agora o segundo menor entre as demais regiões metropolitanas, atrás apenas da taxa do Rio de Janeiro (8,1%). Os maiores índices foram constatados nas regiões metropolitanas de Salvador (14,9%), Recife (13,4%), São Paulo (12,5%) e Belo Horizonte (10,7%). Porto Alegre apresentou taxa igual a de Curitiba. A média brasileira foi calculada em 11,2%.