São Paulo – O Tribunal de Contas da União (TCU) informa hoje, em comunicado na sua página na Internet, que determinou uma redução de cerca de 30% nas tarifas máximas de pedágios a serem cobradas no processo de licitação de 2,6 mil km de rodovias federais. A decisão foi tomada depois que o tribunal avaliou o estudo de viabilidade econômica do processo licitatório, feito pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Segundo nota do tribunal, a redução da tarifa a ser cobrada dos usuários não impede uma rentabilidade adequada aos futuros concessionários. " Essa redução nas tarifas máximas da licitação, durante os 25 anos de concessão, equivale a uma economia de cerca de R$ 17 bilhões aos futuros usuários da rodovia" , diz o tribunal.