O curso sobre montagem de aquecedores solares com material reciclável, dado a escoteiros de Curitiba e interior, será levado a 4 mil integrantes da União dos Escoteiros do Brasil – PR (UBE) até 2 de junho. No fim de semana, de 50 pessoas foram capacitadas pelo inventor do projeto, o aposentado catarinense José Alano, que recebeu o Prêmio Superecologia 2004 pela sua invenção.

?Alem de oferecer maior conforto a população carente, com o uso do aquecedor é possível economizar até 120 quilowatts de energia elétrica por mês para esquentar água utilizada em dois banheiros?, explicou o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Rasca Rodrigues, que participou do treinamento. Segundo ele, em termos ambientais o projeto contribui para a diminuição de materiais nos aterros sanitários. ?Hoje, somente 25% de garrafas pet são recicladas, o que significa que 75% se perdem no meio ambiente. Com o projeto do aquecedor solar a reciclagem aumentará consideravelmente?, garantiu.

Multiplicação

Para o secretário, a participação dos escoteiros é fundamental. ?Ficamos lisongeados com o apoio desse exército de pessoas organizadas, que impulsionarão as ações ambientais em todo o estado.? Em 2 de junho, de acordo com o diretor de atividades da UBE-PR, Waldinei Marcos Ruppel, é promovido o dia do Mutirão Nacional de Ação Ecológica. O objetivo é montar o maior número possível de aquecedores, que serão doados a instituições, creches, asilos, comunidades indígenas e famílias carentes.

?Os escotistas-adultos, escoteiros e chefes dos grupos que participaram da capacitação ficaram responsáveis por montar outras oficinas em seus grupos multiplicando a ação ao maior número possível de jovens para a montagem do aquecedor?, explicou Ruppel.

O escoteiro da categoria sênior (15 a 18 anos), Diego Machado, ficou empolgado com a nova tecnologia e pretende, com o seu grupo, levar o projeto para as famílias mais carentes do seu bairro e promover outras oficinas. ?É muito bacana saber que poderei contribuir de alguma forma para o meio ambiente e para ajudar a população que não tem recursos?, relatou Diego.

O mentor do projeto, José Alano contou que o trabalho realizado pela Secretaria do Meio Ambiente ? ao confeccionar manual de montagem, DVD explicativo sobre o aquecedor e agendar capacitações é exemplar e demonstra a seriedade do Estado. ?Tenho utilizado o material produzido pela Secretaria em palestras proferidas no Paraná e em Santa Catarina e, sem esses materiais, não imagino como tantas pessoas viriam a se beneficiar?, ressaltou Alano.

Técnicos

Além dos escotistas, a Secretaria convidou, para o curso dado no fim de semana, técnicos da Copel, Cohapar, Caixa Econômica Federal e estudantes de arquitetura para aprender a montar o aquecedor. Para o engenheiro eletricista da Copel, Jorge Schorr, a utilização desta tecnologia, além de trazer economia e conforto à população, contribui principalmente para a diminuição das ligações irregulares de energia ?O próximo passo é apresentar essa tecnologia para Copel para estudos de como melhor aproveitá-la?, destacou.

Além de técnicos e escoteiros, participaram do curso a mestre em arquitetura bioclimática, Paula Morais, e o estudante de arquitetura Renato Dombrowski. Eles capacitarão outros 800 estudantes, durante o Encontro Regional de Arquitetura (Erea), realizado no fim de maio na Ilha do Mel. ?Vamos promover uma linha de montagem na Ilha do Mel. O projeto é simples e com certeza vai ajudar muito a comunidade que mora na ilha?, explicou Paula.

Resultados

A idéia de multiplicar as técnicas para construção do aquecedor solar, estimulando a reciclagem faz parte do Programa Desperdício Zero ? coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente e que tem como meta reduzir em 30% o volume de lixo produzido no Paraná e eliminar os lixões a céu aberto.

De acordo como o coordenador do Programa, Laerty Dudas, a parceria entre a Secretaria e escoteiros começou a ser discutida com uma capacitação para o grupo de Foz do Iguaçu, ?Guairacá?, em fevereiro deste ano. ?Ao todo, este grupo já confeccionou cinco aquecedores, sendo que os materiais foram adquiridos em campanhas realizadas pelos escoteiros junto à comunidade, universidades, associações e cooperativas de catadores?, contou Dudas.

O manual para montagem de aquecedor solar com materiais recicláveis está disponível do portal da Secretaria do Meio Ambiente (www.pr.gov.br/meioambiente).