Com o clube devendo mais de R$ 100 milhões e após negativa de Abel Braga, a diretoria corintiana optou pela contratação de um técnico barato e de currículo ?impressionante? para substituir Leão.

Paulo César Carpegiani, que já foi campeão do mundo com o Flamengo e dirigiu a Seleção Paraguaia na Copa de 1998, acabou sendo o escolhido.

E logo na primeira conversa com o presidente Alberto Dualib e com o empresário Renato Duprat, Carpegiani soube que trabalhará com um time de garotos e sem contratações milionárias.

Em entrevista à Radio Bandeirantes, o novo treinador pediu apoio à Fiel. ?Espero contar com o apoio da grande massa e fazer bom trabalho. Vou conversar com os jogadores, acompanhar o jogo de quarta (contra o Náutico, pela Copa do Brasil)e aí sim terei condições de analisar a equipe.

Ele desconversou sobre o assunto reforços: ?Não pedi (reforços), não tive essa condição. Aconteceu tudo muito corrido.? E disse que não ia se meter no trabalho do interino José Augusto, que dirigirá o time no Recife. ?Ele é um rapaz que já está há algum tempo com o time, mas vou estar presente e conversar com ele.

Segundo um vice-presidente do clube, o salário do novo treinador será de R$ 200 mil mensais, metade do que foi oferecido a Abel Braga. O técnico Cláudio Duarte será seu auxiliar. Ambos terão contrato de um ano. Eles serão apresentados hoje, às 18h30, no Parque São Jorge. Ricardo Rosa, que era auxiliar , será promovido a preparador físico.

O treinador trabalhou pela última vez em um clube brasileiro em 2001 – no Cruzeiro. Seu último cargo foi de técnico do Kuwait em 2004. Nos últimos três anos esteve envolvido com o RS, clube do qual é dono, no Rio Grande do Sul.