A vitória por 2 a 0 sobre o Santos deixou o São Caetano com a vantagem de poder até mesmo perder por um gol de diferença o segundo jogo da final do Paulistão. Apesar da vantagem, o técnico Dorival Júnior promete não armar um time defensivo para a partida do próximo domingo, novamente no Morumbi.

"Ainda não tem nada ganho. Se você entrar em campo para segurar um resultado, principalmente diante de um time como o Santos, com certeza vai passar sufoco. Então precisamos ir para cima e tentar resolver aquele jogo, que é completamente diferente do de hoje [domingo]. Já vi muitos times entrarem com vantagem para uma partida final e acabarem derrotados", avisou o treinador.

Dorival Júnior terá uma semana para pensar no jogo do próximo domingo. "O importante também foi que não houve desrespeito, tanto por parte do Santos, antes do jogo, quanto dos jogadores do São Caetano, no final. Isto nos dá mais tranqüilidade para trabalhar no decorrer da semana, sem maiores polêmicas. Isto criou um bom ambiente para que possamos pensar apenas no jogo, sem distrações", ponderou o técnico.