Depois do fracasso da seleção brasileira na Copa do Mundo da Alemanha, o técnico Carlos Alberto Parreira pediu demissão, e abriu uma verdadeira temporada de especulações sobre quem seria o novo treinador. Luis Felipe Scolari, Vanderlei Luxemburgo, Emerson Leão e Paulo Autuori eram os nomes mais cotados, mas a CBF surpreendeu a todos quando anunciou sua decisão. Dunga, o capitão do tetracampeonato mundial, que nunca foi técnico, terá a difícil tarefa de reerguer a moral da seleção.

As opiniões sobre a escolha de Dunga são das mais variadas. O técnico Caio Júnior afirma que acha que a inexperiência não vai prejudicar o trabalho do novo comandante canarinho. ?O Dunga nunca foi treinador, mas já foi capitão do Brasil em duas copas e atuou em grandes times brasileiros e internacionais, sempre mostrando muita garra. Não vai ser fácil, porque é um cargo muito visado, você sofre muita pressão sobre o seu trabalho. Mas acredito que possa dar certo, assim como algumas seleções européias, que também apostaram em novos treinadores, como a Holanda com o Van Basten e a Alemanha com o Klinsmann?, analisou o comandante do Paraná Clube.

Cuca, técnico do Botafogo, acredita que Dunga terá dificuldades. ?Acho que vai ser complicado para ele começar na seleção. Ainda mais nesse momento tão complicado, ele vai ser muito exigido. Como todos os brasileiros eu fui surpreendido pela escolha dele, mas torço muito para que dê certo?, comentou.

Paulo Bonamigo, treinador do Coritiba, está confiante. ?Dunga sempre foi um grande líder nos times que passou. Acho que tem perfil para administrar as pressões e se dar bem na seleção brasileira?.