A língua portuguesa é rica e variada e, por isso, é comum que as pessoas tenham dúvida na hora de escrever. Crianças e adultos, independente do grau de instrução, podem recorrer ao Telegramática, serviço mantido pela Prefeitura de Curitiba, que completou 20 anos nesta semana.

Criado dia 1º de fevereiro de 1985, pelo então prefeito Maurício Fruet, o Telegramática atende pelo telefone 218-2425. Cinco consultores, formados em língua portuguesa e com conhecimento de outros idiomas, esclarecem dúvidas de ortografia, concordância ou significado de palavras, entre outras.

Com a chegada da tecnologia, o serviço foi ampliado. Desde novembro de 2003, passou a ter o Gramática Virtual, que atende aos internautas. Neste caso, o acesso é feito através portal da Secretaria Municipal da Educação –

No ano passado, o Telegramática atendeu 44.373 pessoas, apenas pelo telefone. Entre os que procuram o serviço não estão apenas curitibanos. Pessoas de várias cidades paranaenses e de outros Estados, como Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro, e do Distrito Federal telefonam com freqüência. Muitas vezes, o atendimento vira amizade, como é o caso de uma brasileira que mora na Califórnia, (EUA).

"Jornalistas e publicitários são os maiores usuários do serviço", conta a coordenadora do Telegramática, Beatriz de Castro da Cruz. As questões apresentadas pelos jornalistas são, normalmente, sobre a estrutura de frases e ambigüidade. Publicitários buscam opinião para formação de frases.

Crianças também costumam ligar na hora das tarefas escolares. "Em alguns casos, percebemos que eles copiam o que estamos dizendo. Se não tomarmos cuidado, acabamos fazendo a lição para eles", diz Beatriz.

Para atender público tão diversificado, o Telegramática possui um acervo com cerca de 500 livros que servem de apoio na hora do atendimento. Entre eles estão dicionários de Língua Portuguesa, dicionário médico, jurídico, de telecomunicações, de informática, de marketing, contabilidade e de filosofia, entre outros.

Os cinco consultores do Telegramática auxiliam também pessoas que buscam informações de palavras em outros idiomas. Para isso, eles possuem dicionários de inglês, alemão, grego, italiano, espanhol e latim.

Muitas vezes, os consultores assumem, também, o papel de psicólogos. Entre as milhares de ligações, algumas têm do outro lado da linha pessoas de idade, que gostam de falar de problemas, principalmente de saúde. Há, ainda, pessoas que telefonam para decifrar exames médicos e até bula de remédio.

www.aprendercuritiba.org.br.