A operadora de telefonia celular TIM anunciou a demissão de 380 funcionários em Belo Horizonte, encerrando as atividades do call center da empresa na capital mineira. A empresa justificou as demissões, alegando que a medida faz parte de um processo de reestruturação, com a transferência dos serviços de atendimento ao cliente em Minas para centros de excelência baseados em São Paulo, Paraná e Pernambuco.

O Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações de Minas Gerais (Sinttel-MG) classificou de arbitrárias e truculentas as demissões. Os funcionários foram surpreendidos com o anúncio do desligamento quando chegaram para trabalhar e protestaram em frente à sede da empresa, na zona sul de Belo Horizonte.

Em comunicado, a TIM informou que 477 funcionários estão sendo contratados para as posições nos outros Estados e o objetivo da empresa é otimizar a operação dos serviços de atendimento aos clientes. A assessoria de imprensa da operadora de telefonia móvel também informou que 750 vagas terceirizadas serão abertas na capital mineira.