Philippe Desmazes/AFP

O torcedor britânico que entrou no vestiário da seleção da Inglaterra ao término de uma partida da Copa do Mundo foi multado em 100 dólares (81,7 euros), indicaram nesta quarta-feira fontes judiciais da África do Sul.

Pavlos Joseph, um torcedor de 32 anos procedente de Londres, “reconheceu sua culpa e pagou ontem (terça-feira) uma multa de 750 rands” (100 dólares, 81,7 euros), informou seu advogado, Craig Webster, em um tribunal de exceção para casos ligados à Copa do Mundo na Cidade do Cabo.

O torcedor reconheceu ter violado as regras da Federação Internacional de Futebol (Fifa) em vigor no interior dos estádios, “penetrando em uma área reservada sem credencial”, acrescentou o advogado.

Com o pagamento da multa, a Procuradoria abandonou o processo judicial, que deveria ser aberto nesta quarta-feira, porque o torcedor “foi condenado tendo em vista as acusações dirigidas contra ele”, indicou o representante do advogado do Estado, Mthuzi Mhaga.

Furioso com o rendimento dos jogadores ingleses no jogo Inglaterra-Argélia (0-0) em uma partida da fase de grupos disputada em 18 de junho, Joseph invadiu o vestiário do combinado britânico e se deparou com David Beckham, membro da delegação britânica.

Em uma entrevista concedida ao Sunday Mirror publicada dois dias depois da partida, o torcedor afirmou que tinha se perdido quando procurava o banheiro.

Mas os investigadores anunciaram na terça-feira a detenção de um jornalista dessa publicação por ser suspeita de ter organizado o incidente para mostrar os problemas de segurança nos estádios sul-africanos.

O jornalista Simon Wright teria ajudado o torcedor a se esconder quando a Polícia o procurava. Wright deixou o estádio sem problemas antes de ser detido dois dias depois da partida em um hotel da Cidade do Cabo, e foi liberado com o pagamento de fiança.