O número de mortos pelo temporal que castiga o centro e norte da Europa aumentou para 41 e a previsão é de que nas próximas horas o fenômeno chegue à sua intensidade máxima. Ventos de até 160 quilômetros por hora na Grã-Bretanha causaram 13 mortes, sendo que uma das vítimas é uma criança de 2 anos.

A tormenta também causou a morte de 10 pessoas na Alemanha, 6 na Holanda, 6 na Polônia, 3 pessoas na República Checa, duas na Bélgica e uma na França. A maioria dos mortos foi vítima de acidente de carro, mas na Alemanha faleceram também dois bombeiros, um atingido por uma árvore e outro morto por ataque cardíaco. Além disso, um bebê de 18 meses morreu em Munique, atingido por uma porta que foi arrancada pelo vento.