Três advogados do Primeiro Comando da Capital (PCC) foram presos hoje em Presidente Prudente e Presidente Venceslau, interior de São Paulo

A advogada Libânia Catarina Fernandes Costa foi detida no momento em que atendia um cliente na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau, onde estão detidos 423 líderes de rebeliões e do PCC

O advogado Eduardo Diamante e a advogada Valéria Dammous foram detidos quando chegavam aos seus escritórios, em Presidente Prudente.

Os três são acusados de dar apoio às tarefas do PCC, com o repasse de informações privilegiadas aos líderes da facção e atuando como pombos correios na comunicação entre presos e bandidos soltos