Dois soldados e um fuzileiro naval americanos foram mortos no Iraque, informou nesta quinta-feira (31) o comando militar dos Estados Unidos. Todos os três perderam a vida ontem. Um dos soldados foi morto pela explosão de uma bomba plantada à beira de uma estrada. Os outros dois – um fuzileiro do Time de Combate Regimental 5 e um soldado do 1º Grupo Logístico dos Fuzileiros – "morreram em conseqüência de ferimentos sofridos durante ação inimiga" na província de Anbar, a oeste de Bagdá.

Os nomes dos soldados mortos só serão divulgados depois que suas famílias forem notificadas oficialmente. Com essas últimas baixas, sobe para 2.600 o número de militares americanos que perderam a vida desde a invasão do Iraque, em março de 2003, sendo que 2.000 deles morreram em ações hostis.