Três homens foram presos hoje em frente ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Eles são suspeitos de fotografar as chapas de carros dos funcionários do presídio. De acordo com a polícia, o automóvel onde estavam os suspeitos tem placa de São Vicente, no litoral sul paulista. Dentro do veículo teriam sido encontrados panfletos do PCC, facção criminosa acusada de comandar os ataques de maio e os recentes atentados contra agentes penitenciários.

De acordo com informações da rádio CBN, os suspeitos, cujos nomes ainda não foram informados, foram levados para o 91º Distrito Policial do Ceasa. Apesar do incidente, as visitas de parentes aos presos ocorrem hoje normalmente no CDP de Pinheiros. Os agentes da unidade não aderiram à paralisação contra a execução ontem do agente penitenciário e diretor do sindicato da categoria Paulo Gilberto de Araújo. Nos últimos dez dias, cinco agentes e um carcereiro foram assassinados no Estado.