A pedido do secretário da Fazenda, Heron Arzua, o Tribunal de Justiça do Paraná criou duas Varas de Execução Fiscal. Uma delas, a quinta, será destinada exclusivamente para o Estado do Paraná. A outra, 6ª Vara de Execução Fiscal, será privativa para o município de Curitiba.

Com esta medida, a Secretaria da Fazenda espera que as execuções fiscais se tornem mais ágeis, facilitando a cobrança dos impostos estaduais e municipais da prefeitura de Curitiba. A comunicação foi feita nesta segunda-feira (21) pelo desembargador Antonio Lopes de Noronha