No Dia Nacional da Consciência Negra, 20 de novembro, dedicado à memória de Zumbi dos Palmares, entrará no ar a TV da Gente, primeira emissora de televisão em canal aberto dirigida por negros. Para o idealizador do projeto, o empresário, cantor, apresentador de TV e ativista negro, José de Paula Neto, o Netinho, a TV da Gente será um espelho para os negros do Brasil. "A gente vai passar a ser ver, a se achar, a se admirar, a investir e a fazer o tão sonhado black money, que é fazer o dinheiro girar na mão do negro", disse.

Lançada durante a 1ª Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial, realizada esta semana em Brasília, a TV da Gente tornou-se possível, segundo Netinho, através de parcerias públicas e privadas. Para ele, além de dar visibilidade à população negra brasileira, o canal criará um mercado publicitário voltado para o negro.

"A gente tem poucos empresários negros, quase não aparecem. Em termos de mídia essas pessoas não conseguem ter acesso, é muito caro. Então, a gente precisa criar um processo de comunicação nosso, adequar aos nossos preços o que a gente vai estar criando, para que esse empresário possa anunciar e para a gente sentir qual é o tamanho da demanda desse mercado étnico no país", explicou.

A TV da Gente, que pretende atingir a meta de 18 horas de programação diária no primeiro ano de funcionamento, não será voltada apenas para negros. O canal pretende mostrar o Brasil na sua pluralidade étnica. A grade de programação será variada e vai incluir jornalismo, programas voltados para os públicos infantil, feminino e adolescente, seriados, filmes e uma linha de shows, tendo como diferencial a diversidade racial.