O diretor do Centro de Estudos,
professor Victor Eduardo da Silva Bento.

O Centro de Estudos de Toxicomanias da Universidade Federal do Paraná (UFPR) está oferecendo nove vagas para adolescentes em dois programas de prevenção de dependências químicas:A Adolescência e Seus Vícios e O Filho Superexigente da Dependência Tóxica.

No primeiro, se faz um trabalho de prevenção, por meio do qual os adolescentes são incentivados a vislumbrar um futuro profissional. Os participantes são convidados a montar uma peça teatral, cujo tema é ?o meu desejo de existir no mundo?. Na peça, eles acabam revelando o que querem para o próprio futuro e quais as dificuldades para irem ao encontro de seus desejos, explica o diretor do Centro de Estudos, Victor Eduardo da Silva Bento, que é professor de Psicologia.

Em paralelo às atividades realizadas com os adolescente, são desenvolvidos trabalhos com pais e familiares. Eles são orientados e aprendem a lidar com a problemática adolescente. Os participantes geralmente participam de encontros semanais, com duração de cerca de noventa minutos.
O segundo programa trata de adolescentes cujos pais são dependentes e que acabam precisando assumir o papel de pais dos próprios pais. Esses jovens sofrem devido ao excesso de responsabilidades, fazendo coisas que não lhes compete, e acabam ficando distantes das satisfações naturais da idade em que estão. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)