O empresário Marcos Valério de Souza não vai hoje à Procuradoria Geral da República. Segundo o seu advogado, Marcelo Leonardo, Valério esteve ontem, pela manhã, na Procuradoria, onde protocolou a lista com os nomes dos políticos que financiou na campanha eleitoral de 1998, em Minas Gerais. Valério, segundo Leonardo, já voltou para Belo Horizonte.