A Varig informou hoje à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que manterá suspenso até 3 de julho os vôos que fazem parte do plano de emergência elaborado pela companhia na semana passada. Mais cedo, o presidente da Anac, Milton Zuanazzi, havia informado que a Varig se pronunciaria sobre o assunto ainda hoje.

Segundo a empresa, continuarão em operação vôos para 25 destinos no Brasil e exterior. Os destinos para o exterior mantidos foram: Frankfurt (Alemanha), Londres (Inglaterra), Miami e Nova York (EUA), Buenos Aires (Argentina), Lima (Peru), Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), Santiago (Chile), Caracas (Venezuela), Aruba e Copenhague (Dinamarca). No Brasil, a empresa continuará voando para São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Manaus, Foz do Iguaçu, Curitiba, Porto Alegre, Fernando de Noronha, Florianópolis, Macapá e Brasília.

Vôos cancelados

A assessoria de imprensa da Infraero informou que a Varig cancelou 199 vôos de 291 programados entre zero hora e 15 horas de hoje. Com isso, a taxa de cancelamentos da Varig até esse horário é de 68,3%. Segundo os dados repassados à estatal que administra os aeroportos brasileiros, foram cancelados 173 vôos com destinos nacionais dos 255 que estavam previstos. Entre os internacionais, estavam programados 36, e 26 deixaram de ser realizados.