Mesmo com a suspensão temporária de alguns de suas rotas internacionais, a Varig continuava vendendo passagens ontem, com saída do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, pelo site ou pelo telefone de atendimento ao consumidor. Apesar de a suspensão ser temporária, não há garantia de que os vôos sejam retomados. Um atendente da companhia disse à reportagem que os vôos são garantidos e que, havendo qualquer tipo de problema nas decolagens, a Varig encaminhará seus passageiros a outras empresas

Os destinos temporariamente suspensos são: Milão, Munique, Madri Paris, Nova York, Miami, Los Angeles, Cidade do México, Montevidéu, Assunção e Bogotá. No site da empresa aérea, vôos para Munique, Montevidéu e Bogotá estão indisponíveis até dezembro, porém um atendente garantiu que a falta de passagens se deve a um possível problema no site, e que os bilhetes poderiam ser conseguidos pelo telefone

Em nota distribuída na manhã de ontem, a Varig garantiu, em âmbito internacional, as viagens para Frankfurt, Londres, Buenos Aires, Lima, Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), Santiago do Chile e Caracas. Na malha doméstica, estão mantidos os destinos de Rio de Janeiro, nos aeroportos de Santos Dumont e Tom Jobim; São Paulo, em Congonhas e Guarulhos; incluindo também a Ponte Aérea, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Manaus, Foz do Iguaçu (PR), Curitiba, Porto Alegre, Fernando de Noronha (PE), Florianópolis, Macapá e Brasília

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), até as 15h30 de ontem, seis mil passageiros, conforme informações levantadas por técnicos da agência na sede da Varig, tinham reservas de viagens para o exterior ou de volta para o Brasil, para o período entre ontem e amanhã