A VarigLog informou que teve de demitir 202 funcionários para ajustar sua operação. A redução de 11% do seu quadro de pessoal, que passou de 1.824 para 1.622 funcionários, foi necessária porque a VarigLog passou a contar com menos porões de aviões da Varig para transportar cargas. A Varig opera hoje com frota reduzida, de 10 aviões.

Por meio de comunicado, o presidente da VarigLog, João Luis Bernes de Sousa, afirma que "a redução da oferta de porões da Varig afetou parcial e temporariamente o seu movimento de carga internacional". Na nota, o executivo ressalta que "estará operando com força plena" a sua frota de 18 aviões cargueiros "já a partir de setembro".