A pandemia afastou as pessoas das praias, mas os veranistas que desceram até o litoral do Paraná acumularam mais lixo neste fim de ano. Do dia 24 ao dia 31 de dezembro, a Sanepar coletou cerca de 108 toneladas de lixo, o que corresponde a 9% a mais do que o mesmo período de 2019, quando foram coletadas 98 toneladas.

Conforme os dados da Sanepar, o volume de lixo só foi menor na passagem do ano. Na virada para 2021, foram recolhidos 23,3 toneladas de lixo, 23,68% a menos dos resíduos gerados na noite de 2018 para 2019, o que reforça o compromisso da menor aglomeração de gente.

LEIA TAMBÉMBar, restaurante e até casa de massagem: fiscalização em Curitiba interdita nove locais

coleta-lixo-litoral-parana-2
Equipe percorre, todos os dias, 48km de areia e faz coleta manual. Foto: Divulgação.

Para manter as praias limpas, a Sanepar contratou 107 pessoas que percorrem todos os dias 48 quilômetros de areia, na orla de Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná. Essas pessoas fazem a coleta manual dos resíduos, de manhã e de tarde, para garantir mais conforto e saúde para os banhistas.

O trabalho de limpeza tem a parceria com as prefeituras desses municípios. O material coletado pela Sanepar é acondicionado em sacos plásticos e ficam armazenados em tambores para que as prefeituras recolham e deem a destinação adequada.