Os cinco vereadores da bancada de oposição da Câmara Municipal de Colombo estão aguardando para o dia 27 de maio a votação para a instalação de duas Comissões Parlamentares de Inquérito contra a prefeita Isabeth Pavin (PP). Eles pretendem investigar irregularidades em obras, licitações e em concurso público realizado pela prefeitura.

De acordo com o vereador Severino Barbosa da Silva (PFL), foram constatadas irregularidades num concurso público realizado no final do ano passado. Algumas obras, inclusive em escolas, não teriam seguido o estabelecido em licitação. No começo desta semana, os vereadores protocolaram os dois pedidos de abertura das CPIs.

“Vamos convocar a população para participar da audiência. Como somos minoria, queremos pressionar para que os vereadores da situação votem a nosso favor. Temos provas, fatos e documentos que comprovam as irregularidades. Por isso, acreditamos que será mais fácil conseguir abrir as Comissões”, opinou.

Silva contou ainda que há outros casos que comprometem a prefeita. “Um terreno da prefeitura foi ocupado por um cabo eleitoral que trabalhou na campanha de reeleição da prefeita. Ele já está construindo lá, mas sem autorização do Executivo. A prefeita faz vistas grossas e manda caminhão da prefeitura para levar terra e fazer serviços.” O nome do cabo eleitoral não foi divulgado pelo vereador.

“Tem também o caso da chefe do departamento da Vigilância Sanitária, Priscila Costa, que utilizou máquinas e funcionários da Prefeitura dentro de terreno particular”, contou. “Temos muitos casos para serem investigados, mas para isso as Comissões precisam ser aprovadas”, lembrou Silva.