A 11ª edição do programa Paraná em Ação, coordenado pela Secretaria Especial de Relações com a Comunidade, chegou ao fim no último domingo (20) e superou as expectativas dos organizadores do evento. A estimativa inicial era que cerca de 15 mil pessoas visitariam a Feira de Serviços Gratuitos do governo do Estado, durante a Festa Nossa Senhora do Rocio. No entanto, 23 mil visitantes tiveram acesso aos mais diversos serviços de cidadania, incluindo recreações, entretenimento, cultura, lazer, entre muitos outros. A feira começou na sexta-feira (18).

O programa atendeu, além dos municípios que fazem parte da Associação dos Municípios do Litoral do Paraná (Amlipa), algumas ilhas da baia de Paranaguá. Para o secretário de Relações com a Comunidade, Milton Buabssi, os 76 mil atendimentos do programa em Paranaguá, representou um marco na promoção humana no Paraná. ?Cada Paraná em Ação é uma expectativa e sempre somos surpreendidos positivamente com o número de serviços prestados e de pessoas que prestigiam o evento. Sei que esse programa ainda nos reserva muitas surpresas, por isso não vamos parar por aqui?, afirmou.

Além dos serviços de saúde, oferecidos pelo Sesi, como o teste de glicemia e verificação da pressão arterial, a Fundação Pró-Renal também esteve presente, realizando exames preventivos de insuficiência renal crônica. A Secretaria da Saúde participou do evento com orientações e distribuição de preservativos.

A dona de casa Nazira Martins, 65 anos, conta que levou a mãe, Beatriz, de 89, para fazer seu primeiro documento de identidade. Segundo Nazira, dona Beatriz é uma senhora com a saúde bastante debilitada, quase não consegue andar por causa das doenças decorrentes da idade e da situação precária em que vivem. ?Minha mãe tem muitos problemas de saúde e sempre que é para receber sua aposentadoria sofre alguns transtornos por ainda não possuir a identidade. Por isso, essa feira foi muito gratificante para nós?, conta.

Com dificuldades para falar, Beatriz diz que só lhe resta agradecer ao governador pelo programa Paraná em Ação. ?Além fazer minha identidade, pude conhecer coisas que nunca vi antes?, afirma impressionada, referindo-se as demonstrações da aplicação da física no dia-dia, feitas pelos alunos da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), outro serviço presente na feira.

Nazira conta ainda que foi bem atendida em todos os estandes que visitou e que gostou muito da feira. ?O pessoal aqui foi muito atencioso com a gente. Além de fazer os documentos da minha mãe e da minha irmã, eu e minha filha, Odete, ainda cortamos os cabelos. Ficamos contentes com o atendimento, por que sempre alguma coisa é de graça o atendimento não é bom, e aqui parece que as pessoas atendem com amor?, finaliza ela.

O Paraná em Ação tem o objetivo de levar a cidadania e inclusão social à população de baixa renda do Estado, através de diversos serviços gratuitos. Para isso, conta com vários parceiros como o Poder Judiciário, Sesi, Sesc, Senai, Banco do Brasil, Receita Federal e Estadual, INSS, Ministério do Trabalho, universidades, entre outros órgãos.