O Ministério Público do Paraná, por meio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Proteção às Comunidades Indígenas, promove na próxima semana, nos dias 13 e 14 de março, no auditório da sede da Procuradoria-Geral de Justiça, o seminário ?Uma Visão Indígena História e Atualidade?. O evento trará nomes de peso relacionados com a pesquisa e a realidade indígena, tais como o cacique Raoni, do Xingu, o filósofo e professor Noel Villas Boas (filho do sertanista Orlando Villas Bôas, personalidade importantíssima na recente história brasileira que, junto a seus irmãos, ajudou a criar e consolidar o Parque Nacional do Xingu, sendo indicado por duas vezes ao Prêmio Nobel da Paz (1971 e 1976), pelo resgate das tribos indígenas da região), o índio do pantanal sul-matogrossense Marcos Terena, diretor do Memorial dos Povos Indígenas, museu da cultura indígena da capital federal, Sydney Ferreira Possuelo, sertanista com atuação junto a comunidades indígenas isoladas, entre outras referências nacionais e estaduais na área indígena, além de profissionais do Direito que falarão de temas diretamente ligados à atuação jurídica nas questões indígenas.

As inscrições são gratuitas e limitadas e devem ser feitas na Fundação Escola do Ministério Público (Fempar), pelo telefone (41) 3222-0006, ou pelo site www.femparpr.org.br. O evento é direcionado a membros dos MPs dos Estados e da União, juízes, advogados, líderes e caciques indígenas, indigenistas, sociólogos, antropólogos, historiadores, professores e estudantes. Veja abaixo a programação completa.