Chegou hoje ao Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, o avião da TAM vindo de Damasco, na Síria, com 225 brasileiros que deixaram o Líbano devido ao intenso conflito na região. Também pousou hoje em território nacional o quarto avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que partiu ontem de Adana, na Turquia, com mais 150 brasileiros. O avião fez um pouso técnico no Recife e prosseguiu viagem para São Paulo.
O governo conseguiu retirar do Líbano mais de mil brasileiros. De acordo com o embaixador Everton Vargas, chefe de gabinete da Secretaria-Geral de Relações Exteriores, a chanceler israelense, Tzipi Livni, comprometeu-se com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, a realizar os esforços necessários para a retirada dos brasileiros do Líbano. Entretanto, não deu nenhuma garantia de total segurança para as próximas operações de resgate.

Para amanhã, está previsto um novo vôo da FAB com 80 brasileiros e, no sábado, outro avião com 150 lugares. Deverá partir, também amanhã, de Damasco, um vôo conjunto da TAM e da Gol com mais 220 cidadãos. O conflito entre Israel e o grupo Hezbollah começou em 12 de julho, quando membros do grupo islâmico invadiram o norte de Israel e seqüestraram dois soldados israelenses – Ehud Goldwasser, de 31 anos, e Eldad Regev, de 26 -, o que provocou uma ampla reação militar por parte de Israel.