O volante espanhol Xavi Hernandez afirmou neste sábado, em uma coletiva de imprensa um dia antes da final da Copa do Mundo, na qual sua seleção enfrenta Holanda, que sua equipe “merece” ganhar a competição.

“O futebol está muito igualado. Qualquer seleção poderia ter se classificado para a final. São pequenos detalhes que fizeram com que Espanha e Holanda possam estar na decisão. Já merecemos e seria bom para esta geração a vitória. A Espanha merece”, disse o volante.

Apesar da base da seleção espanhola ser o Barcelona, já que ela joga de forma parecida ao time catalão e sete dos titulares contra a Alemanha nas semifinais eram do Barça, Xavi afirmou que os sucessos na Copa não são mérito apenas dos homens de seu clube.

“Não há apenas jogadores do Barcelona na equipe. É certo que o padrão de jogo é parecido e o perfil de ambos é muito similar. Isto é um orgulho para o Barça. Gostamos que as pessoas se sintam orgulhosas em toda a Espanha do futebol que esta seleção faz”.

O meio-campo do Barcelona assumiu que a seleção espanhola não teve a efetividade desejada na competição, onde marcou apenas sete gols em seis partidas, falhando em muitas oportunidades.

“Não conseguimos muitos gols, isto está claro. Criamos chances, jogamos bem. Quando são geradas muitas oportunidades, o mais provável é que acabem em gol. É verdade que não tivemos uma porcentagem muito elevada em gols. Vamos ver se vamos melhor na final”.

Xavi também afirmou que não pensa no prêmio de melhor jogador da competição, apesar de ser um dos candidatos, ao considerar isso algo secundário.

“Já disse que o número um do mundo como jogador é (o argentino) Leo Messi, mas sua equipe foi eliminada nas quartas. É um privilégio e um orgulho estar entre os indicados, mas não paro para pensar nisso. Quero que vença a Espanha e o resto é secundário”, disse, acrescentando que “para mim e para meus companheiros, o mais importante é a equipe”.

Por causa disso, Xavi rejeitou a ideia de que haja um duelo entre o holandês Wesley Sneijder e ele na final, já que os dois são aspirantes a levar a Bola de Ouro da Copa. “Não há duelo entre Sneijder e Xavi, e sim entre Espanha e Holanda”, completou.