Uma garota de 11 anos foi encontrada amarrada e quase nua, dentro de um bar da Ilha de Valadares, em Paranaguá, na segunda-feira. Há indícios que a jovem tenha sido abusada sexualmente, mas não sofreu estupro. Dois dias depois, o dono do bar, Domingos Batista, 54 anos, apresentou-se à polícia. Ele foi interrogado, indiciado por tentativa de estupro, lesões corporais e cárcere privado e liberado, por estar fora do flagrante.