A Polícia Civil de Fazenda Rio Grande localizou a mãe que abandonou sua recém-nascida num matagal da cidade, sábado retrasado. Franciele Barbosa, 20 anos, foi indiciada por abandono de incapaz e tentativa de homicídio. Como estava fora do flagrante, ela foi ouvida e responderá pelos crimes em liberdade.

Ela contou ao delegado Rodrigo Silva de Souza que escondeu a gravidez da família e de amigos porque não sabe quem é o pai da criança e não tem condições de criar mais um filho, já que é mãe de outra criança, de 3 anos. Por isto, decidiu abandonar o bebê acreditando que assim ele seria adotado.

Espontâneo

Franciele declarou no interrogatório que, na sexta-feira, teve parto espontâneo em casa. Como mora sozinha, não teve assistência de ninguém, nem acompanhamento médico antes ou depois do parto. Depois do nascimento, Franciele enrolou a menina num lençol, colocou-a numa bolsa com roupas e a abandonou por volta da meia-noite de sábado no matagal perto de sua casa. A criança só foi encontrada às 10h do dia seguinte.

A polícia conseguiu identificar a mãe por informações que estavam na etiqueta do lençol que enrolava o bebê. O delegado, que tem um filho de dois meses e ficou revoltado com a atitude da jovem, declarou a uma rádio a sua intenção de adotar o bebê.