Os três ocupantes do Polo ficara, feridos.

Uma conversão proibida resultou em grave acidente às 9h de ontem, no cruzamento da Avenida Afonso Camargo com a Rua Agamenon Magalhães, no Jardim botânico, quase em frente à Delegacia de Furtos e Roubos. Quatro pessoas ficaram feridas e foram conduzidas ao Hospital Cajuru.

O Polo placa DIH-3053, de São Paulo, conduzido por Jocken Dudus, 30 anos, e o ônibus biarticulado da linha Centenário-Campo Comprido, dirigido por Pedro Ivo de Freitas dos Santos, 43, trafegavam pela Afonso Camargo, sentido centro. De repente, o Polo fez a conversão e foi colhido pelo ônibus, que o arrastou por 25 metros, destruindo totalmente o carro. Além do motorista do Polo, ficaram feridos o irmão dele, Gunter Dudus, 22, e Daniel Moreno, 23. Uma passageira do ônibus desmaiou e também foi levada ao hospital pelo Siate.

Um homem que testemunhou o acidente e se identificou apenas como Gerson, informou que trafegava com seu veículo logo atrás do Polo. “Ele parecia perdido. A placa é de São Paulo e ele trafegava em uma velocidade muito baixa. De repente tentou fazer a conversão. Buzinei mais não adiantou”, contou a testemunha, que também relatou o fato ao Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran). “O motorista do ônibus vinha embalado, não correndo, mas não conseguiu parar. Além de tudo ainda estava chovendo”, acrescentou Gerson. Segundo ele, por pouco um outro biarticulado que fazia sentido contrário não esmagou o Polo entre os dois veículos.

Segundo familiares e amigos dos ocupantes do Polo, todas as vítimas são residentes em São Paulo e estavam em Curitiba para participar da 10.ª Força Livre de Arrancada, que será realizada na sexta-feira e no domingo, no Autódromo de Pinhais. Os três rapazes faziam parte da equipe Big Foot.