O trânsito violento causou a morte de três pessoas e ferimentos em outras quatro, no fim de semana. Uma colisão envolvendo três veículos resultou na morte de uma pessoa, às 19h30 de sábado, na BR-376, em frente ao Banco Bradesco, em São José dos Pinhais. O Monza placa ABA-6942, conduzido por Hilton Marcondes Martins, 51 anos, bateu contra a camioneta S-10, placa ABW-4160, dirigida por José Airton Gomes, 53, e em um Fiat Palio que passava pelo local.

Com o choque, o Monza foi arremessado contra um muro. O motorista do Monza chegou a ser socorrido pelo Siate e conduzido ao Hospital e Maternidade São José dos Pinhais, mas não resistiu aos ferimentos e morreu às 23h20. Os outros motoristas saíram ilesos.

Portão

No cruzamento das ruas Itacolomi com a São Mateus, no Portão, às 19h de anteontem, um acidente deixou duas pessoas feridas. O caminhão Mercedes-Benz placa AEW-2293, conduzido por Marcos da Cunha Virgineli, 31 anos, vinha pela Rua São Mateus, quando colidiu com a Kombi placa ABG-7553, dirigida por Josenilton Ferraz Ferreira, 32 anos. O motorista da Kombi e o passageiro Alfredo Brasique ficaram feridos. Os dois foram atendidos pelo Siate e levados para o Hospital do Trabalhador.

Às 19h de sábado, na BR-376, em frente o Cemitério São João Batista, em São José dos Pinhais, o Chevette placa AGU-2124, dirigido por José Roberto Pereira, 30, bateu em um poste. O motorista e o passageiro, Ricardo Pereira, 17, ficaram feridos. Eles foram conduzidos ao Hospital e Maternidade São José.

Policial

Vítima de acidente de trânsito, o soldado Cleverson Rafael dos Santos, 27, lotado no 12.º Batalhão da Polícia Militar, morreu às 6h de sábado. Ele conduzia um Gol e trafegava pela Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres) esquina com a Rua Henrique Mehl, no Uberaba, quando colidiu com o Fiat Palio, dirigido por Marco Aurélio Hoelfich, 37, que não sofreu ferimentos.

A estudante Ana Paula Goterra, 22, perdeu a vida em um acidente envolvendo uma motocicleta e uma motoneta, em Paranaguá. A garota estava na garupa da motoneta Honda Biss, pilotada por seu irmão, Wagner Paulo Goterra, 32. Os irmãos trafegavam no quilômetro 1,5 da PR-407, quando outra motocicleta bateu na traseira da motoneta. Gravemente ferida, a estudante foi levada ao hospital local e depois transferida para o Hospital Cajuru, mas não resistiu aos ferimentos. Seu irmão e o piloto da motocicleta sofreram apenas escoriações.